Série Covid-19 / Exames

Certos da necessidade urgente de informações corretas e precisas acerca da pandemia que vivenciamos, referentes à Covid-19 (Coronavírus), respondemos abaixo e publicamente as principais perguntas que nos são feitas, procurando, assim, orientar e até mesmo tranquilizar toda a nossa comunidade.

Nos colocamos também à disposição para mais esclarecimentos através de nossos canais de comunicação. Boa leitura.

 

Atualmente, quais os exames oferecidos pelo Méthodos Laboratório para a detecção da Covid-19?

No momento, estamos trabalhando com 3 exames relacionados à Covid-19, 1 pesquisa o vírus, pela metodologia RT-PCR e 2 pesquisam os anticorpos, um pela metodologia Quimioluminescência e outro por Imunocromatografia, os tão falados testes rápidos.

 

Quais são os prazos para a entrega dos resultados de exames relacionados à Covid-19?

Para a pesquisa do vírus por RT-PCR atualmente são até 5 dias úteis.

Para a pesquisa dos anticorpos por Quimioluminescência, até 4 dias úteis.

A pesquisa dos anticorpos pelo teste rápido tem seu resultado no mesmo dia da coleta.

 

Que exame devo fazer em caso de suspeita de Covid-19?

A melhor pessoa para responder a essa pergunta é seu médico de confiança.

Porém, algumas recomendações são públicas, como:

O Ministério da Saúde orienta que a pesquisa do vírus, ou seja, o exame por PCR, deve ocorrer até 7º dia após o aparecimento dos sintomas. Visto que depois dessa fase é esperado uma quantidade menor ou até mesmo a inexistência do vírus nas vias respiratórias, em virtude da atuação dos anticorpos.

A partir do 10º dia do início dos sintomas ou do contágio é mais indicado a pesquisa de anticorpos, esse exame tem como principal objetivo saber se o paciente foi anteriormente infectado.

A PCR irá fornecer a seguinte resposta: no momento da coleta, na minha amostra coletada, existe a presença do vírus? Note que é um fato do presente, não tem relação com o passado.

A pesquisa de anticorpos responderá a seguinte pergunta: por acaso tenho anticorpos para doença? Ou seja, em algum momento do passado recente ou distante fui infectado e desenvolvi os anticorpos?

É importante ressaltar que para Covid-19 a presença de anticorpos não significa imunidade, como tudo é muito novo ainda não há um consenso sobre esse assunto.

 

Como são feitas as coletas para exames relacionados à Covid-19?

Para a pesquisa por PCR são utilizadas amostras de secreção naso e orofaringe, para isso são utilizados 3 swabs, 1 para cada narina e 1 para a coleta na garganta.

Recomenda-se um jejum de 2 horas para o PCR-RT para evitar enjoo. Porém não é uma condição obrigatória para nenhum dos testes.

Para a pesquisa dos anticorpos são utilizadas amostras de sangue.

A coleta do exame PCR-RT deve ser realizada em domicílio ou pelo sistema drive-thru na Unidade Árvore Grande, em Pouso Alegre, com prévio agendamento.

A sorologia pode ser realizada nas Unidades do Méthodos Laboratório e não é necessário agendamento.

É necessário agendamento para coletas em domicílio ou Drive-Thru na Unidade Árvore Grande.

 

Onde as amostras para diagnóstico da Covid-19 são processadas?

As amostras da pesquisa por PCR são enviadas para São Paulo, o laboratório executor é referência no assunto e está habilitado para a realização do diagnóstico da Covid-19 pelo Instituto Adolfo Lutz, uma das mais conceituadas instituições do país.

As amostras de pesquisa de anticorpos por Quimioluminescência são processadas em um dos maiores laboratórios do país.

As amostras de pesquisa de anticorpos através dos testes rápidos são processadas em nossa Unidade Operacional, a validação do kit utilizado foi uma tarefa árdua, pois antes tivemos que montar um banco de amostras sabidamente e comprovadamente positivas e negativas, isso só foi possível pois estamos coletando os testes de PCR desde o final de março.

 

Para a dosagem de anticorpos, existe diferença entre as metodologias Quimioluminescência e Imunocromatografia (testes rápidos para Covid-19)?

Sim, os resultados por Quimioluminescência são quantitativos e pelos testes rápidos são qualitativos.

Além disso, é esperado que a sensibilidade da pesquisa por Quimioluminescência seja significativamente maior do que a utilizada nos testes rápidos.

Isso quer dizer que para algumas faixas de valores, mais precisamente para valores mais baixos, o teste rápido pode apontar negativo e a pesquisa por Quimioluminescência apontar positivo para a presença de anticorpos.

 

E sobre a sensibilidade da pesquisa do vírus Covid-19 por PCR?

A metodologia PCR-RT é extremamente sensível e específica, é o que há de mais moderno no mundo quando se trata da pesquisa da presença do vírus.

 

Existe a possibilidade de resultados falso negativos em exames de diagnóstico de Covid-19?

Sim, todos esses exames possuem muitas variáveis que podem interferir no resultado. Principalmente o tempo entre contágio e realização da coleta. Parte das diretrizes para diagnóstico da Covid-19 do Ministério da Saúde diz: “a exclusão do diagnóstico de COVID19 não deve ser feita apenas por avaliação isolada de resultados dos exames laboratoriais, pois no caso de um estágio inicial da infecção, falsos negativos são esperados, em razão da ausência ou de baixos níveis dos anticorpos e dos antígenos de SARS-CoV-2 na amostra.”

Por isso o acompanhamento de um médico é tão importante, além de fornecer todas as orientações devidas, o médico fará a relação entre a clínica e o resultado do paciente, podendo inclusive solicitar a realização de novo exame.

 

Existe a possibilidade de resultados falso positivos em exames de diagnóstico de Covid-19?

Para a detecção via PCR não há relatos na literatura médica, esse é o padrão ouro no mundo para pesquisa de carga viral, é extremamente confiável e preciso.

Para a detecção de anticorpos, tanto por Quimioluminescência quanto por testes rápidos, existem alguns estudos que levantam a possibilidade de reação cruzada com outras doenças, apesar desses estudos ainda não apresentarem resultados conclusivos, tudo leva a crer que será algo raro de acontecer.

 

Para um mesmo paciente podemos ter resultado por PCR positivo e depois negativo para Covid-19?

Sim, inclusive é esperado que isso aconteça, afinal, depois de um certo tempo, mais precisamente depois do 7º dia, é esperado que o paciente já tenha ultrapassado a fase aguda da doença, ou seja, a carga viral em seu organismo cairá drasticamente e os níveis de anticorpos começarão a subir.

 

Para um mesmo paciente com suspeita de Covid-19 podemos ter a presença de anticorpos positiva e depois negativa?

Para a fração IgM sim, é um resultado esperado e para a IgG não.

A fração IgM é formada rapidamente no organismo logo após o primeiro contato com a infecção. É através desse anticorpo, formado especificamente para combater essa infecção, que o organismo inicia seu ataque ao vírus. Este anticorpo tem como característica ter uma vida curta, não durando muito tempo no organismo.

A fração IgG demora mais tempo para ser formada e funciona como soldados especializados no reconhecimento e combate, caso a pessoa entre em contato novamente com o vírus.

 

Dentre os exames relacionados à Covid-19, para quais o pedido médico é obrigatório?

O pedido médico é obrigatório apenas para a detecção de Covid-19 por PCR, cabe ao médico solicitante a interpretação do laudo e orientações necessárias.

Para os exames relacionados aos anticorpos, o pedido médico não é necessário, porém é fundamental o acompanhamento e orientação de seu médico.

 

O que fazer se o resultado for positivo para Covid-19?

Caso você não esteja em isolamento, busque orientação médica e se isole imediatamente, nesse isolamento, siga todas as recomendações do Ministério da Saúde.

O laboratório tem a obrigação de comunicar às autoridades de saúde sobre o seu resultado. Temos a obrigação de comunicar, além do resultado, o acontecimento da coleta, no dia que ela ocorre. Para Covid-19, é nosso dever, por lei, comunicar todos os resultados, independente se positivos ou negativos, só assim as autoridades públicas terão condições de traçar um perfil epidemiológico e atuar em áreas mais críticas.

Você provavelmente receberá o contato de um agente de saúde.

Caso seu exame tenha sido feito através de um pedido médico, seu médico também será avisado em caso de resultado positivo, essa ação também é prevista em lei.

Como de costume, você será avisado pelo Méthodos Laboratório que seu resultado está pronto por e-mail e também por SMS.

Procure um hospital apenas se você estiver se sentindo mal, com sintomas mais graves, como dificuldade de respirar e febre alta. Para sintomas de gripe leve e resfriado a recomendação é ficar em casa, em isolamento, sob orientação médica.

 

Nunca se esqueça:

Mesmo na ausência de sintomas, seja consciente, utilize máscaras e respeite as regras de distanciamento.

 

 

 

Veja também: evolução das ações que temos tomado durante a pandemia aqui